SOBRE A RAÇA

Quando tudo começou.

Era 1950 precisamente 21 julho...

Em uma fazenda em Bodmin Moor na Cornwall, Inglaterra, quando Nina Ennismore descobriu um gatinho incomum entre seus 4 irmãos. Filho de Serena uma gata tortie e branco SRD de pelo liso e pai desconhecido. O macho creme batizado de Kallibunker era coberto por uma pelagem encaracolada e uma textura incomum, dando lhe a aparência de um cordeirinho.

Enquanto o gatinho crescia, as suas diferenças tornaram-se mais distintas e extremadas; em vez do pelo liso, corpo resistente e da cabeça redonda, típicos do shorthair doméstico britânico, o gatinho de Serena teve o pelo ondulado e com um corpo delgado e uma cabeça estreita com orelhas enormes, pernas longas e uma cauda longa e fina. A Sra. Ennismore não soube completamente o que fazer desta criatura impar, mas decidida a fazer dele um verdadeiro animal de estimação, assim entrou em contato com o seu veterinário. . .

O veterinário da Sra. Ennismore recomendou-a consultar o Dr. Jude que reconheceu que Kallibunker era uma genuína mutação, e sugeriu que Kallibunker deveria ser acasalado com a sua mãe para perpetuar a mutação.

Como esperado, em agosto 1952 dos três filhotes nascidos, dois gatinhos eram curly, foram produzidos uma fêmea e dois machos. (a fêmea era de pelagem normal, os machos era ambos curly, um deles morreu aos 7 meses; o outro, nomeado de Poldhu). Como a Sra. Ennismore era uma experiente criadora de Coelhos Rex e era familiar com a mutação, fez a conexão nos tipos de pelo e nomeou a nova raça de gatos de "Rex". Kallibunker foi acasalado com shorthairs domésticos, Burmeses, Siameses, e outros britânicos, e a mutação foi mostrado ser recessiva.

Como Ennismore já havia enviado alguns exemplares para alguns criadores norte-americanos e canadenses: muitos criavam siameses e estavam interessados na mistura da raça para ampliara a linha de sangue. Como a população dos gatos de Ennismore cresceu - tinha mais de 40 gatos com ela – descobriu que não conseguiria vender bastantes gatinhos para custear despesas. Elegeu, portanto, colocar um certo número de seus gatos para “dormir”. Kallibunker e Serena estavam entre esses infelizes eleitos. Seu filho, Poldhu, sofreu uma inoportuna, embora menos determinante sorte, quando dois veterinários realizaram uma biópsia testicular nele para determinar um tipo de gene. Os veterinários tinham assegurado a Ennismore que este procedimento "em nada afetaria" a capacidade de reprodução dele, mas depois da biopsia Poldhu nunca mais foi o mesmo. E ironicamente, o tecido retirado da amostra do gato foi perdida no laboratório, juntamente com a sua virilidade.

Na dec. de 50, Brian Stirling-Webb determinado a ver o Rex estabelecido como uma raça ficou com o restante do plantel de Nina Ennismore.  A partir de 1960, no entanto, apenas um macho permaneceu na Grã-Bretanha. No ano seguinte, Stirling-Webb ficou sabendo da existência de um outro macho Rex, de um ano de idade chamado Kirlee, que viveu em Devon, um condado ao leste de Cornwall. A mãe de Kirlee era um tortie-e-branco que vivia com Beryl Cox. O pai era um macho errante, que viveu em uma mina abandonada perto da casa de Cox.

Como Kirlee era bem incomum, mas não era do interesse de Cox criar a raça, e ele ouviu falar de Stirling-Webb's e pelo seu interesse pelos Rex, então ele enviou kirlle para ele na intenção de gerar mais linhas de sangue. Porem quando kirlee foi acasalado com fêmeas de Cornish Rex para surpresa de todos, os filhotes nascidos eram de pelo liso, e Stirling-Webb percebeu que havia dois tipos de genes distintos, e Kirlee tornou-se o pai do Devon Rex.

Antes de acabar com sua criação, Nina Ennismore havia enviado vários rex aos criadores nos Estados Unidos. Uma fêmea chamada Lamora Cove, filha de Poldhu, antes de sua infeliz biópsia, foi enviado para um criador na Califórnia, em 1957. Duas prole dos Cove’s - Diamond Lil of FanTCee e Marmaduke of DazZling - estão entre os quais todos os gatos Cornish Rex na América descendem. Por um tempo o estoque de reprodutores foi escasso nos EUA, mas com dedicação, e empenho isso mudou...

O Cornish Rex foi um sucesso imediato na América do Norte. Em 1963 a raça foi aceita para campeonato pela Canadian Cat Association e da American Cat Fanciers Association. Por um tempo, porém, a Cat Fanciers' Association (CFA), não reconhecia a diferença entre Devon e Cornish rex, apesar de geneticamente possuírem genes diferentes. CFA registrava todos Rex como Cornish até 1979, quando ela finalmente concordou em criar uma outra denominação para a raça como Devon Rex. Já na Inglaterra a GCCF registrava-os separadamente desde 67.

Desde o seu surgimento, esses gatos foram criados para ter um tipo de corpo relativamente exótico, ou Oriental, Gatos de pelagem encrespada apareceram por mutação espontânea em momentos e lugares diferentes, como o Devon Rex, portanto são mutações diferentes.

Informaçoes & Reservas

32 991144230

segatarex@gmail.com

Siga-nos 

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Whatsapp
  • Mensenger
  • Email

Copyright © 2019 Gatil Segata Rex - All rights reserved - Designed by Alexandre Gonçalves